O calor e o tempo firme do sábado, dia 10 de setembro, foram perfeitos para mais uma edição da Festa das Crianças do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Calçadistas de Teutônia (Siticalte).

O evento, que já é tradicional, ocorreu no Pavilhão Multiuso da Prefeitura Municipal de Teutônia e reuniu cerca de 750 crianças. Os pequenos puderam se divertir com brinquedos infláveis e os palhaços, além de saborear lanches e sorvetes. Os pais que trouxeram as crianças na programação ganharam pacotes de erva e puderam aproveitar um chimarrão enquanto os filhos se divertiam. Houve ainda apresentação da turma da oficina de violão do Siticalte.

O presidente do Siticalte, Roberto Müller, avaliou o evento com positividade, sobretudo pelo clima bom que foi favorável ao evento. “É uma alegria muito grande o sindicato poder proporcionar isso em retorno ao nosso associado, aos filhos do associado. Esse investimento que nós fizemos não tem preço”, afirma. Para o presidente, o momento é muito importante e será mantido para os próximos anos. “Vale a pena fazer uma festa dessas”, pontua.

Para ele, é um forma de retorno ao associado que paga sua mensalidade em dia. “Além dos benefícios, temos nossas promoções fixas. Essa festa das crianças é uma promoção fixa que jamais poderá ser tirada”, aponta. O presidente afirma ser recompensador ver a alegria das crianças em participar da festa. “Isso é muito bonito. As crianças aproveitam esse momento podendo brincar”, conclui.

Os pais também aprovam a programação. Para Giovani Brandao de Oliveira, é um momento muito bom, onde os filhos podem se divertir. “Acho que é muito bom, as crianças adoram, é um momento de aproveitar”, avalia. Maria da Silva acredita que é um momento onde todos podem participar. “Eles adoram, é um momento que a gente participa. Assim, normalmente, levamos eles em outros lugares, mas aqui eles tem brinquedos à vontade”, afirma.

Luciane Francisco acha que é a festa é positiva, pois os filhos podem conhecer outras crianças. “É muito bom, é um momento que eles conhecem outras crianças. É um momento bom para os filhos e para os pais, porque podemos confraternizar”, destaca. Para Teresinha Rosangela Reinehr, o momento é positivo para a socialização dos filhos. “É muito bom porque eles podem se enturmar aqui”, pontua.