Buscar

PROGRAMA DE RÁDIO 10 DE OUTUBRO DE 2020

Atualizado: Out 14


Nessa semana, em reunião virtual da assembleia legislativa gaúcha, os deputados aliados do governo Eduardo Leite, sepultaram a possibilidade de reajuste do piso regional. Parado desde fevereiro, 8 meses, mesmo com proposta do governador concedendo reajuste de 4,5%, repondo a inflação, deputados governistas e certamente ligados ao ramo empresarial, conseguiram fazer tamanha façanha, e sem pressão nas galerias tudo ficou mais fácil.

Estamos nos aproximando a passos largos do achatamento salarial nunca antes visto, e a proximidade de receber salário mínimo é cada vez maior, é isso que os governos e empresários querem.

Na área do calçado tivemos ao menos a reposição do INPC, embora que temos serias dúvidas do cálculo, pois ao irmos ao supermercado nos deparamos com preços absurdos.

Já falamos em outra oportunidade, que os mais antigos no setor calçadista se lembram dos aumentos salariais espontâneos, dados além do dissídio, e que sumiram totalmente e os salários igualados ao piso da categoria são cada vez mais frequentes.

A tendência é piorar muito, pois um dos poucos órgãos que ainda lutam e resistem, são os sindicatos, que a cada dia que passa são mais massacrados pela grande imprensa, por consequente pela opinião pública que acaba por acredita.

De fato, iremos dar valor quando não tivermos mais os sindicatos, para fazer dissídio, lutar por condições no ambiente de trabalho, ou os sindicatos que estão em melhores condições financeiras e que ainda conseguem dar assistência na saúde, cursos e outros benefícios.

Outro ponto importante é destacar a falta de fiscalização pelo Ministério do Trabalho incorporado pela Economia. a quantidade de empregados trabalhando frio, no seguro desemprego ou até recebendo o beneficio emergencial de redução de jornada e salário, e mesmo assim trabalhando surpreende, e é motivo de vergonha.

- Falando em redução de jornada e salário através da medida provisória do governo, o Siticalte entende e combaterá, toda e qualquer interpretação de reduzir 13º salário, pois na lei diz: ajuda do governo sem prejuízo nas demais vantagens. Vamos ficar de olho, pois caso contrário, teremos que propor ações.

Outro ponto a destacar com alegria, é que no setor calçadista, mais uma empresa grande acatou a reivindicação do Siticalte e pagará a ajuda compensatória aos aposentados, desde o dia 06 de julho. São ações que o Siticalte faz para proteger e beneficiar o setor. Pensem qual seria a força individual de cada empregado perante o seu patrão? Talvez chance zero.

- O Siticalte dispõe de vaga no curso de costura em calçado, pois estão abertas diversas oportunidades de emprego para costureira. Agora é o momento de iniciar o curso e conseguir terminar antes do final do ano, pois haverá parada. Não deixem de aproveitar, pois o curso é aberto para a comunidade e 100% gratuito.

- Na próxima segunda-feira, dia 12 de outubro, feriado Nacional, o Siticalte estará fechado. Lembramos ainda que dia 31 de outubro, sábado, também é feriado e caso não tenha havido compensação de horas para outro dia, deve ser acrescido horas extras a 60%, de acordo com o dissídio coletivo. São clausulas importantes para serem observadas e denunciar se alguma empresa não seguir.

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta  07:30 - 12:00

                          13:30 - 18:00

Rua Carlos Arnt nº618 - Canabarro, Teutônia - RS



siticalte@siticalte.org.br

 

Telefone: 051 3762-7020