Buscar

PROGRAMA DE RÁDIO 26 DE SETEMBRO


Chega a ser ridículo o que está acontecendo no vai e vem, do retorno dos peritos médicos nas agências do INSS. Enquanto que milhões de beneficiários estão na fila para uma pericia médica e obter auxilio para se encostar, decisões impedem essa volta, como se esse fosse um serviço perigoso, e mais perigoso que todos os outros milhões que sequer puderam folgar um único dia.

Chega da população brasileira ser prejudicada e mal tratada.

Milhões de processos de aposentadoria parados é  a outras questões. Mas o mais grave são as pericias médicas, que não acontecem e colocam os segurados na porta da miséria, pois não podem trabalhar e não recebem nenhuma remuneração.


– O Siticalte informa que voltou com as aulas e treinamento prático do curso de costura em calçados. Nesse momento de baixa de emprego será excelente oportunidade de fazer o curso, obter profissão e estar preparado para em janeiro ser chamado a trabalhar, pois acreditamos na retomada do setor calçadista. Faça sua inscrição e aproveite o curso totalmente gratuito.


– No dia de ontem o presidente Roberto e o tesoureiro Eurico participaram da reunião mensal da Federação, na cidade de Santo Antônio da Patrulha. Reunir vários sindicatos, debater e buscar soluções em defesa dos trabalhadores do setor, tem sido o constante dessa diretoria. Para isso, nada melhor que trocar experiências com outras regiões do estado.


– Processo RR Shoes. Após a solicitação do processo de recuperação judicial e consequente interrupção do pagamento das parcelas trabalhistas acordadas na justiça do Trabalho, temos a satisfação de informar a confirmação da volta dos pagamentos, conforme proposta efetuada pela RR Shoes, de disponibilizar 237 mil reais por mês, para já ir abatendo nos valores de cada ex empegado, porém, englobando todos os demitidos de Teutônia, Santo Antônio da Patrulha e Caraá, totalizando 750 ex empregados. 

Ocorre que esse montante dará em números redondos, um pouco menos que meia parcela, mas é bem-vinda, pois já vai abater no valor total da dívida. É melhor receber pouco ou menos, do que não receber nada e esperar pela recuperação judicial, na qual, os prazos são longos e em desfavor do empregado.

A parte que cabe aos empregados de Teutônia é de 83 mil reais.

Mais informações do andamento serão prestadas diretamente aos envolvidos.


– Já em relação aos processos da Paquetá, nas duas turmas, uma de junho de 2019 e outra no fechamento, infelizmente o andar do processo é lento, pois não há muito interesse do administrador judicial em agilizar, e muito menos da Paquetá, que parece estar mais preocupada em enrolar e postergar, do que resolver. Infelizmente enquanto que a legislação que trata dos processos de recuperação judicial não for mudada, não irá acontecer nada a favor dos empregados de forma rápida.


– A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia divulgou que realizou atualizações relacionadas a RAIS, ano-base 2019. As novidades são referentes ao uso dessas informações para habilitação do abono salarial, o qual, teve problemas envolvendo os pagamentos aos empregados.

Entre as modificações estão a inclusão de vínculos, fonte eSocial, de trabalhadores com vínculo em 2019, que foram desligados em 2020 e que não constavam no primeiro carregamento.

Os trabalhadores, com direito ao abono salarial e que não foram contemplados no primeiro processamento em função dessas situações, terão os benefícios disponibilizados a partir de 04 de novembro deste ano.

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta  07:30 - 12:00

                          13:30 - 18:00

Rua Carlos Arnt nº618 - Canabarro, Teutônia - RS



siticalte@siticalte.org.br

 

Telefone: 051 3762-7020